Instagram irá permitir que a venda de produtos por meio dos Reels

Instagram irá permitir que a venda de produtos por meio dos Reels
Instagram irá permitir que a venda de produtos por meio dos Reels

Instagram irá permitir que a venda de produtos por meio dos Reels.

Antes do final deste ano, o Facebook começará a mostrar as opções de venda de produtos no Reels, os vídeos que imitam o TikTok e que os usuários podem editar com todos os tipos de música, filtros e efeitos.

Será mais um produto publicitário da empresa – ou seja, você terá que pagar para usar as opções de publicidade dos Reels – e com ele o Instagram começará a monetizar o novo formato. A publicidade chegará ao Instagram Reels antes do final do ano.

>Descubra como adicionar legendas automáticas no Instagram IGTV

A estratégia da empresa é curiosa, pois nunca antes havia começado a buscar a rentabilidade de um novo produto poucos meses após o seu lançamento. Vale lembrar que os Reels foram apresentados oficialmente a todos os usuários no início de agosto e que muitos ainda não se acostumaram a usá-los.

Não há cifras oficiais de uso, mas o que muitos usuários ainda fazem é carregar as criações que fazem no TikTok, aproveitando para incluí-las também nos Reels, deixando até mesmo a marca d’água da rede social chinesa.

>Sucesso no Instagram: faça biscoito oreo caseiro em 4 passos simples

Porém, o Facebook está convencido do sucesso futuro do novo formato, por isso já está desenvolvendo uma aba específica para mostrar esses conteúdos e dar-lhes maior visibilidade, entre outras novidades, e prepara a possibilidade de que produtos possam ser comercializados por meio deles. Ou seja, sejam de uso massivo ou não, a publicidade chegará aos Reels antes do final do ano.

O anúncio foi feito pelo Facebook ao mesmo tempo que confirmou que os vídeos IGTV também permitirão a inclusão de etiquetas específicas para a venda de produtos. Esses vídeos IGTV que incluem vendas de produtos levarão o usuário à loja online externa ou à Instagram Store onde poderá finalizar o pagamento, caso a empresa tenha habilitado. Vídeos de venda de produtos também serão exibidos nessas novas Lojas, que a empresa lançou neste verão.

>Veja como colocar vários links na biografia do seu Instagram

Estes dois movimentos do Facebook mostram que, para a empresa, os formatos mobile são os que proporcionam mais rentabilidade ( 92% do seu faturamento no segundo trimestre do ano veio da publicidade mobile) e por isso a criação do novos formatos em mobilidade como sua monetização subsequente.

Segundo Mark Zuckerberg, as opções de e-commerce através do celular são uma prioridade absoluta para a empresa, daí o lançamento deste ano do Facebook Pay, já disponível na Espanha, ou das novas lojas do Facebook e Instagram, entre tantas outras funcionalidades destinadas a a venda.

>Como remover publicidade que não te interessa no Facebook e Instagram

Veja mais