Descubra por que adicionar canela ao café pode colocar sua saúde em risco

Descubra por que adicionar canela ao café pode colocar sua saúde em risco
Descubra por que adicionar canela ao café pode colocar sua saúde em risco

Descubra por que adicionar canela ao café pode colocar sua saúde em risco

Após a publicação das novas diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre os efeitos adversos produzidos pela ingestão de açúcares livres, muitos consumidores têm considerado outras opções supostamente mais saudáveis para adoçar suas refeições.

>Aprenda os segredos para fazer um chá gelado perfeito

açúcar mascavo e o mel são algumas das alternativas preferidas, mas também outros ingredientes como a canela, cujo consumo à primeira vista parecia mais aconselhável do que o açúcar.

No entanto, recentemente, alguns especialistas argumentaram que o consumo regular dessa especiaria também pode ser prejudicial ao corpo, especificamente ao fígado. Para entendê-lo, é necessário saber quais são as duas variedades mais comuns de canela no mercado, pois nem todas apresentam os mesmos riscos à saúde.

>Pílula do dia seguinte: quantas vezes você pode tomá-la

Embora chamemos tudo igual, existem vários tipos de canela. Os mais comuns são a canela Ceilão e a canela Cássia. Para o consumidor médio pode ser difícil distingui-los (e ainda mais quando já estão moídos), mas podem ser observadas algumas diferenças na aparência, aroma e sabor.

>Descubra o que acontece ao seu corpo se você comer ou roer as unhas

Descubra por que adicionar canela ao café pode colocar sua saúde em risco

Muitos vão pensar que é um pouco exagerado investir tanta energia para saber que variedade de canela estamos consumindo, mas há um motivo convincente. A canela cássia contém maiores concentrações de curamina, composto tóxico ao fígado responsável por dar o aroma da canela. Justamente por isso, a União Européia estabeleceu limites máximos para que essa substância dê sabor aos alimentos. No entanto, na canela essas limitações não existem.

>Os 5 erros mais comuns (que podem estragar tudo) ao cozinhar no micro-ondas

A ingestão tolerável de curamina foi limitada a 0,1 miligramas por quilograma de peso corporal, o que equivale a uma colher de chá de café por dia. Especialistas afirmam que se comermos canela da variedade Ceylán, não há por que se preocupar, mas se tivermos Cássia em nossa despensa e a bebermos com frequência, nossa saúde pode ser prejudicada.

Se gostarmos de adicionar canela ao café e tomar várias xícaras por dia com sabor de Cássia, estaríamos ultrapassando os limites recomendados para a curamina.

>Quanto mais coisas você guarda em sua casa, mais infeliz você fica, dizem os especialistas

Sobre as consequências de se exceder as recomendações para consumo de curamina, é conhecido o caso clínico de uma mulher de 73 anos que deu entrada no pronto-socorro com dor abdominal, vômitos e diarreia. A vítima havia consumido suplementos de canela por uma semana, o que causou uma infecção no fígado e, como consequência, danos ao fígado. Este evento ajudou a determinar que a combinação de drogas hepatotóxicas e canela – devido ao seu conteúdo de curamina – pode ter consequências negativas para a saúde.

>Como limpar seu fogão facilmente com este truque simples: adeus manchas difíceis!

Várias fontes da Internet também afirmam que essa substância pode ser cancerígena, mas é importante esclarecer que não há estudos que confirmem isso.

Concluindo, se não somos consumidores regulares de canela não é preciso perder o sono pensando que tipo temos na despensa. Mas se colocarmos mesmo no iogurte, não custa nada apostar em uma variedade de qualidade superior. É por isso que cuidamos da nossa saúde. E mais nestes tempos. 

Veja mais