Apple será multada pelo Procon se não incluir carregador com o iPhone

Apple será multada pelo Procon se não incluir carregador com o iPhone
Apple será multada pelo Procon se não incluir carregador com o iPhone

Apple será multada pelo Procon se não incluir carregador com o iPhone. A agência brasileira de defesa do consumidor exige que a Apple disponibilize o acessório aos clientes que comprarem o telefone.

Com o lançamento do iPhone 12, a Apple anunciou sua decisão de remover o carregador e os fones de ouvido da embalagem de toda a sua linha de telefones. A razão da medida, afirmou, é porque vai permitir que cuide do meio ambiente.

“Como existem bilhões desses (acessórios) no mundo, os novos muitas vezes não são usados. Portanto, estamos retirando-os da caixa, em toda a família do iPhone. Isso reduz as emissões de carbono e evita a mineração e o uso de materiais preciosos”, detalha a empresa em seu site.

>>Apple pode trabalhar com a Samsung nas câmeras de seu próximo iPhone

Embora essa medida tenha sido aceita sem muitas reclamações na maior parte do mundo, uma região aqui do Brasil não concorda com ela. O Órgão Público de Defesa do Consumidor do Estado de São Paulo (Procon-SP) solicitou que a Apple incluísse carregadores em seus telefones ou ela sofrerá multas.

Em outubro, a entidade notificou a Apple para apoiar por que estava vendendo seus novos modelos de iPhone sem o carregador. Em resposta, a empresa reforçou os argumentos oferecidos durante o lançamento do evento de seu carro-chefe: reduzir a pegada de carbono e o lixo eletrônico.

>>iPhone 13 seria o primeiro telefone sem uma entrada USB ou Lightning

No entanto, o Procon-SP sustenta que a empresa não demonstrou o ganho ambiental que obteria com essa estratégia e não possui um plano de “coleta de aparelhos e adaptadores antigos para reciclagem e descarte adequado, que afetariam a proteção do meio ambiente”.

“É inconsistente vender o aparelho sem o carregador, sem rever o valor do produto e sem apresentar um plano de coleta de aparelhos antigos, reciclagem, etc. Os carregadores devem estar à disposição do consumidor que os solicitar”, disse Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP.

“Ao vender o produto sem carregador, alegando redução de carbono e proteção ambiental, a empresa deve apresentar um projeto de reciclagem”, acrescentou Capez. Por isso, a agência brasileira vai exigir que a Apple apresente um plano viável.

>>iPhone: como desabilitar completamente o botão que chama a Siri?

O Procon-SP afirmou ainda que esse acessório é parte essencial para o uso do telefone, pois o consumidor tem a expectativa de que, ao comprar um novo aparelho, terá acesso a um adaptador de energia melhor e que lhe permitirá cobrar mais. rápido e seguro.

Nesse sentido, a agência indicou que a Apple não demonstrou que o uso de carregadores antigos não comprometerá o processo de cobrança ou a segurança do procedimento, nem que o uso de acessórios de terceiros não será utilizado como motivo para rejeitar a validade de A garantia.

A empresa de Cupertino deve responder à decisão dentro de 72 horas. “Caso sejam constatadas infrações, pode ser aplicada multa de acordo com o que prevê o Código de Defesa e Defesa do Consumidor”, afirmou o Procon-SP.

>>iPhone: evite que os aplicativos rastreiem sua atividade com o iOS 14

Veja mais