WhatsApp se explica mas fará a mudança de termos como iria acontecer

WhatsApp se explica mas fará a mudança de termos como iria acontecer
WhatsApp se explica mas fará a mudança de termos como iria acontecer

WhatsApp se explica mas fará a mudança de termos como iria acontecer. O WhatsApp acaba de publicar uma atualização em seu blog oficial na qual explica com mais detalhes como vai pedir aos usuários que revejam e aceitem os novos termos de uso e política de privacidade.

O WhatsApp tenta explicar melhor as mesmas mudanças que deveriam entrar em vigor em fevereiro, mas essas mudanças não foram revisadas e modificadas.

Lembremos que o WhatsApp anunciou em dezembro passado que seus Termos de Uso iriam mudar em 8 de fevereiro e que todos os usuários que desejassem continuar usando a ferramenta de mensagens instantâneas teriam que usá-los.

>>WhatsApp Web: é possível saber quem está online sem entrar no perfil?

Tal foi o alvoroço que se formou, com o êxodo de milhares de utilizadores para outras plataformas alternativas como o Telegram ou o Signal incluído, que finalmente a empresa decidiu adiar a entrada em vigor dos seus novos Termos de Utilização.

A nova data escolhida foi 15 de maio, e o WhatsApp deveria revisar essas mudanças. Porém, nada mudará. O que a empresa faz é reservar um tempo para “explicar melhor” quais serão essas mudanças… que ela vai introduzir.

É o que ele aponta no conteúdo que acaba de divulgar. Ele afirma que eles revisaram os comentários dos usuários sobre as alterações nos termos de uso e política de privacidade, os ouviram e desejam esclarecer qualquer confusão que possa ter surgido.

>>WhatsApp: por que usuários receberam ligações perdidas do ano 1970?

Nesse sentido, explicam que as alterações – em nenhum momento se diz que houve alguma modificação nas mesmas após o feedback dos usuários – não implicam que o WhatsApp ou o Facebook possam ler ou ouvir conversas pessoais, já que são extremamente criptografadas. ao extremo.

Também é detalhado que o WhatsApp não mantém registros de para quem cada um envia mensagens, nem compartilha listas de contatos com o Facebook.

WhatsApp muda os termos de uso

Como se pode verificar pela imagem que o Facebook distribuiu, a empresa dá especial destaque à forma como se desenvolverá a comunicação com as empresas através da ferramenta de mensagens e de notar que não é obrigatório falar com elas.

>>WhatsApp deixará de funcionar nesses iPhones em 2021

Caso o usuário decida falar com empresas, deve saber que as Condições e Política de Privacidade da empresa estabelecem “como as empresas podem gerenciar seus chats usando as ferramentas do Facebook” e também fornece “Mais informações sobre como funciona o WhatsApp, incluindo a forma como tratamos seus dados e proteja sua conta.

A mensagem que o WhatsApp mostrará a todos os usuários inclui um link para as Condições de Uso, mas não explica de forma clara e detalhada quais são essas alterações ou quais informações serão compartilhadas com as empresas.

O objetivo é tranquilizar os usuários explicando o que não será feito (acessar o conteúdo de suas mensagens), mas não está especificado se, conforme indicado acima nas alterações propostas às suas condições de uso, o Facebook terá poderes para compartilhar informações sobre o conta de usuários com empresas, ou o que especificamente essas informações serão.

>>WhatsApp: como ler os backups de conversas como se estivesse no app?

Isso aparecerá nos Termos de Uso ao clicar no link, mas… quantos usuários clicarão e mergulharão neles para encontrar as informações? Ou seja, o que o WhatsApp fez hoje é tentar explicar melhor as mesmas mudanças que entrariam em vigor em fevereiro, mas essas mudanças não foram revisadas e modificadas.

Veja mais