Unhas tratadas vs danificadas: aprenda a cuidar das suas unhas sozinho

Unhas tratadas vs danificadas: aprenda a cuidar das suas unhas sozinho
Unhas tratadas vs danificadas: aprenda a cuidar das suas unhas sozinho – Foto: Getty Images

Unhas tratadas vs danificadas: aprenda a cuidar das suas unhas sozinho.

Se houve um longo período em que você não conseguiu dar-lhes os tratamentos profissionais que costumava fazer com suas unhas, é hora de literalmente tomar os cuidados delas em suas mãos.

Muitos dos rituais de beleza que você costumava tiveram que ser suspensos e isso fez com que, agora, suas unhas não estejam no seu melhor e, além da aparência, você se preocupe com a saúde delas.

Mesmo agora que você não tem acesso ao serviço de um profissional, pode tomar certas medidas que vão te ajudar a mantê-los em bom estado e, além disso, integrá-los como medidas saudáveis ​​que ficarão com você, mesmo após a etapa de proteção para COVID-19.

Unhas danificadas? Renove-as agora!

Os danos causados ​​por ter que lavá-los o tempo todo, além de afetar as condições da sua pele, repercutem também nas unhas, pois as chamadas unhas se formam na cutícula devido ao ressecamento e, além disso, são dolorosas, eles são feios.

Para evitá-los, a recomendação de Gabriela Guerrero, gerente educacional de Jessica Nails, o ideal é que sempre que você parar de ter contato com a água aplique um creme hidratante e hidratante para a pele, pois assim eles ficarão macios e estancarão seus aparência.

Ele acrescenta ainda que vale a pena ter produtos especializados, tanto para unhas quanto para cutículas, que devem ser usados ​​pelo menos duas ou três vezes ao dia, pois intensificam a hidratação.

Produtos para o cuidado das unhas

Agora, aproveitar esse período para que suas unhas fiquem naturais permite fortalecê-las para evitar que rompam, e um ótimo auxiliar é um óleo, de preferência aquele que contenha esqualano, já que é um lipídio natural que sua estrutura molecular é muito semelhante ao da pele e é aplicado nas unhas e nas mãos até o pulso.

Para melhores resultados, reserve alguns minutos para massagear suavemente os ingredientes para ajudar a penetrar melhor e reter a hidratação.

Cuide-se em casa

O fato de não poder sair não implica que você tenha que desistir de se mimar, lembre-se de fazer o amendoim a cada 10 ou 15 dias, “a ideia é manter a região cuticular em bom estado, hidratar a pele, além do lixamento adequado, promovemos crescimento de pregos. Recomenda-se apenas retrair a cutícula para não danificar a matriz ungueal, e se usar os produtos adequados para essa área também ajuda a inibir o crescimento da cutícula”, explica a especialista.

Cuidados com as unhas

Se você é usuário regular de unhas de gel e não as aplicou nestes meses de proteção, cuide delas com um tratamento que contenha equinácea (Flor-de-cone) porque favorece a regeneração da superfície ungueal e lhes dá firmeza; além disso, diz Gabriela Guerrero, evita a formação de fungos.

Básico

E não se esqueça que existem medidas diárias e essenciais que você deve incorporar à sua rotina para que a proteção seja total e permanente, por exemplo: evite usar as unhas para abrir latas ou retirar grampos, pois causa o levantamento prematuro da cor; Também é importante escovar as unhas todos os dias e consumir bastante água para que fiquem hidratadas, assim suas mãos ficarão saudáveis ​​e bonitas.

Veja mais