Twitter se prepara para lançar legendas automáticas em áudios e vídeos

Twitter se prepara para lançar legendas automáticas em áudios e vídeos
Twitter se prepara para lançar legendas automáticas em áudios e vídeos

Twitter se prepara para lançar legendas automáticas em áudios e vídeos.

O Twitter criou duas equipes de trabalho inteiramente dedicadas a melhorar a acessibilidade de todos os seus produtos. A empresa toma essa ação depois de receber inúmeras críticas neste verão, após o lançamento de tweets de voz sem uma versão áudio-descrita das mensagens, gerando reclamações de pessoas com deficiência auditiva.

>Twitter explicará os ‘trending topics’ para evitar conversas “soltas”

O Twitter teve que se desculpar e prometer melhorias e por isso está criando agora dois grupos de trabalho que irão desenvolver funcionalidades específicas para melhorar o acesso de pessoas com deficiência aos conteúdos da plataforma.

O primeiro desses grupos de trabalho, denominado Centro de Excelência em Acessibilidade, ficará encarregado de definir metas dentro da parte corporativa do Twitter para torná-lo mais acessível.

>Twitter agora esconde tweets copiados literalmente para evitar spam

Isso inclui melhorar a acessibilidade em seus escritórios (na forma de eliminação de barreiras físicas), criar estratégias de marketing e comunicação mais inclusivas, atualizar as políticas da empresa, etc.

A segunda equipe, que atende pelo nome de Experience Accessibility Team, terá como foco melhorar a acessibilidade dos produtos do Twitter, ou seja, tornar a própria rede social mais acessível a todos os tipos de usuários, principalmente tornando o conteúdo multimídia acessível a pessoas com deficiências sensoriais, como cegueira ou surdez.

>Twitter libera opção de escolher quem pode responder aos seus tweets

Com isso em mente, as duas equipes já estão trabalhando em novos recursos. Por exemplo, o Twitter anunciou que adicionará legendas automáticas de áudio e vídeo (no estilo do YouTube) durante o início de 2021.

Para isso, eles trabalharão lado a lado com usuários com deficiência por meio de pesquisas, entrevistas e vários estudos.

>TwikTwok: Conheça nova plataforma que combina o TikTok e Twitter

Veja mais