Trsiteza fora de hora? Confira os alimentos que ajudam a mudar seu humor

Às vezes bate aquela tristeza e a gente nem sabe por quê (#quemnunca). Simplesmente chega e pronto — sem hora nem lugar para chegar.

A boa notícia é que existem váaaarios alimentos para turbinar o humor. A maioria deles está ligada à produção de serotonina, um neurotransmissor que dá essa sensação de bem-estar.

Pesquisadores da Universidade de Siena, na Itália, revisaram um estudo de 2017 feito por um grupo de psiquiatras. O resultado, publicado no segundo semestre do ano passado, mostrou que 94% dos pacientes que apresentavam quadro de depressão tinham níveis de vitamina D abaixo do recomendado.

Além disso, há vários outros estudos sendo conduzidos que apontam uma relação direta entre o estômago (apontados por muitos como o segundo cérebro) e o cérebro.

“Um deles é o Food and Mood Project, da Inglaterra”, cita Elaine de Pádua, nutricionista mestre pela UNIFESP. “Eles acompanharam cerca de 200 pessoas que seguiram uma dieta recomendada por especialistas e, depois, avaliaram o impacto da mudança alimentar no humor de cada um.

A experiência mostrou que 26% deles tiveram uma melhora na instabilidade emocional, 24% na depressão e 26% em ataques de pânico e ansiedade”, revela a especialista. Ou seja, o que entra pela boca e chega até o estômago impacta algumas funções cerebrais, entre elas, as emoções.

Confira, a seguir, os alimentos indicados por Elaine Pádua, para ajudar a modular – e melhorar — o humor.

Peixes oleosos e óleos de fígado de peixe, ricos em ômega, são os que têm maior concentração de vitamina D. Outra opção é apostar em alimentos que são fortificados com vitamina D.

peixe

Chocolate O próprio. Existem três compostos bioativos no chocolate: a teobromina, o magnésio e a feniletilamina. Esse conjunto de elementos ajuda a melhorar o estado emocional. “Isso acontece por causa de um estímulo que elas fazem no sistema nervoso central. Mas isso vale para o chocolate 70% cacau, que traz os benefícios sem a grande quantidade de gordura, sobretudo a gordura hidrogenada, existente dos chocolates ao leite, que causa muitos malefício”, alerta a nutricionista.

Este chocolate promete melhorar sua pele

Mel É outro alimento que pode modular a produção de neurotransmissores, já que possui minerais bem interessantes como o potássio, que tem ação antidepressiva. Só que ele tem um índice glicêmico elevado o que, por um lado, dá um pique de energia, mas por outro pode dar o efeito rebote, porque tem uma queda e o corpo pede mais. “Por isso é preciso ficar atento e consumir com moderação. O bom é que ele também ajuda na liberação de serotonina (sensação de bem-estar)”, completa Elaine.

mel

Banana Também tem efeito comprovado de estimulação de serotonina. Ela ainda é fonte de magnésio, que ajuda na produção desse neurotransmissor.

Banana com aveia

Ovo Ele tem uma substância chamada colina que, além de ajudar a preservar a memória, também atua na produção de serotonina e é uma boa fonte de triptofano, um aminoácido conhecido por elevar os níveis de serotonina.

Ovo cozido

Brócolis, grão de bico, feijão azul Têm ótima quantidade de triptofano, que ajudam na conversão de serotonina.

brócolis para a saúde

Fonte: Boa Forma

Veja mais