Terceiro lote da restituição do IR 2020 pode ser sacado a partir desta sexta

Terceiro lote da restituição do IR 2020 pode ser sacado a partir desta sexta
Terceiro lote da restituição do IR 2020 pode ser sacado a partir desta sexta – © Shutterstock

Terceiro lote da restituição do IR 2020 pode ser sacado a partir desta sexta.

Do Jornal Extra – Mais de 3,9 milhões de contribuintes receberão nesta sexta-feira (dia 31) a restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2020 (ano-base 2019). Este é o terceiro lote de pagamentos da Receita Federal e tem um valor total de R$ 5,7 bilhões. O dinheiro estará disponível na conta indicada pelo contribuinte na entrega do ajuste anual.

>Guedes unifica PIS e Cofins em único imposto na reforma tributária

O terceiro lote será o primeiro deste ano pago com correção de 1%. Os dois primeiros não foram corrigidos pela taxa básica de juros, a Selic.

Entre os contemplados pelo pagamento estão 2,8 milhões de contribuintes que entregaram a declaração anual até o dia 28 de março, sem pendências ou correções, além dos grupos prioritários: 88.420 contribuintes idosos acima de 80 anos, 646.111 contribuintes entre 60 e 79 anos, 47.170 pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 346.793 cidadãos cuja maior fonte de renda é o magistério.

>Restituição do Imposto de Renda 2020: como ela vai funcionar

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la pela internet, por meio do Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no Portal e-CAC, no serviço Meu Imposto de Renda.

>Quem recebe BPC/LOAS precisa declarar imposto de renda?

Veja como saber se está no terceiro lote

  1. Acesse o site da Receita Federal e informe CPF, data de nascimento e ano de exercício 2020. Digite os caracteres da imagem e aperte “Avançar”.
  2. Se o contribuinte estiver no terceiro lote, aparecerá a mensagem “Situação da Restituição: Creditada”. O sistema informará ainda os dados da conta cadastrada para o recebimento, assim como a data de pagamento: 31/07/2020.
  3. Caso o contribuinte ainda não esteja neste lote, aparecerá a mensagem “Processada – em fila de restituição”. Nesse caso, será preciso aguardar as próximas liberações.
  4. Caso a declaração não tenha sido processada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita Federal (idg.receita.fazenda.gov.br). No Portal e-CAC, será possível acessar o serviço “Meu Imposto de Renda” e verificar se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte poderá avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante a entrega de uma declaração retificadora.
  5. Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil (BB) ou ligar para a central de atendimento por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos), a fim de agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

>Veja dicas para entrega da declaração do Imposto de Renda da forma certa

Veja mais