LinkedIn adota quatro novas medidas contra ódio e assédio

A proliferação de discursos de ódio ou situações em que um usuário possa se sentir desconfortável não é o caso exclusivo de redes sociais