Prova de vida para os segurados do INSS é adiada para nova data

Prova de vida para os segurados do INSS é adiada para nova data
Prova de vida para os segurados do INSS é adiada para nova data

Prova de vida para os segurados do INSS é adiada para nova data. Aposentados e pensionistas do INSS devem ficar atentos ao o novo prazo.

A exigência é prevista em lei e determina que além dos beneficiários do INSS, servidores aposentados e anistiados também comprovem que estão vivos. O segurado que não fizer o recadastramento corre o risco de ter o benefício suspenso.

>>3 atualizações importantes no regulamento do INSS

Como é feita a prova de vida

A comprovação anual é realizada todo ano no mês do aniversário do segurado, ou em 12 meses passados da última comprovação de vida, na agência bancária onde recebe o benefício. Para isso, basta apresentar um documento de identificação com foto, como identidade, Carteira de Trabalho e Carteira Nacional de Habilitação, por exemplo. Atenção: não é preciso ir ao INSS.

Quem não pode sair de casa por motivo de saúde, pode ser representado por outra pessoa. Neste caso, o procurador precisa ir a uma agência da Previdência Social com um atestado médico emitido há menos de 30 dias e uma procuração registrada em cartório.

>>Qual o melhor: Quais as diferenças entre azeite de oliva e óleo de girassol

De acordo com a página do INSS na internet, algumas instituições financeiras que possuem sistemas de biometria estão utilizando essa tecnologia para realizar a comprovação de vida nos terminais de autoatendimento. Esse procedimento é obrigatório para todos os beneficiários do INSS que recebem seus pagamentos por meio de conta corrente, conta poupança ou cartão magnético.

Os bancos comunicam os beneficiários sobre a comprovação de vida por meio de mensagens informativas, disponibilizadas nos seus caixas eletrônicos e sites na internet.

>>Bancos oferecem empréstimo com valor maior para aposentados e pensionistas do INSS

Qual o novo prazo para a prova de vida?

O prazo para o recadastramento anual mudou e acaba dia 31 de outubro. Ou seja, a partir de 1º de novembro a Prova de vida voltará a ser obrigatória para todos os segurados do INSS. Quem não fizer pode perder o benefício.

>>Posso ter mais de um benefício na Previdência Social do INSS?

Quem vai precisar fazer a prova de vida

O segurado que recebe o benefício há menos de 12 meses – aqueles que tiveram benefício aprovado recentemente – ainda não precisam fazer o recadastramento.

Já os segurados que têm mais de 80 anos ou debilitados terão atendimento especial. O procedimento é realizado in loco por um Servidor do INSS. O agendamento é realizado pelo site ou aplicativo Meu INSS. Ao entrar na conta o segurado precisa ir até a opção “Agendamentos/Solicitações”, em seguida clicar em ‘Novo Requerimento’ e escolher a opção de prova de vida.

>>INSS emite comunicado importante sobre a prova de vida dos aposentados

Prova de vida Digital: Biometria facial pode servir como recadastramento

O INSS está com um projeto-piloto para implantar biometria facial via celular. No Rio de Janeiro, 32 mil  segurados foram chamados para colocar as informações em dia.

A expectativa do INSS é que 500 mil segurados participem do projeto em todo país. Mas nem todos serão convidados. Apenas serão selecionados os que tenham Carteira Nacional de Habilitação e título de eleitor, além de celular com câmera digital e acesso à internet.

>>Caixa aumenta margem do empréstimo para aposentados e pensionistas do INSS: veja valor

A checagem das informações é feita utilizando as bases de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Veja mais