Portaria prorroga a opção por cursos online na capacitação de visitadores do Criança Feliz

Portaria prorroga a opção por cursos online na capacitação de visitadores do Criança Feliz
Portaria prorroga a opção por cursos online na capacitação de visitadores do Criança Feliz

Portaria prorroga a opção por cursos online na capacitação de visitadores do Criança Feliz.

Uma portaria publicada no Diário Oficial da União da última quarta-feira, 21/10, prorrogou até 31 de dezembro o período de adiamento das capacitações presenciais de supervisores e visitadores do programa Criança Feliz.

>>Auxílio Emergencial libera benefício com valor médio R$ 894 por domicílio

Como vem sendo feito desde abril, as qualificações dos profissionais seguirão sendo realizadas de forma online por meio de uma plataforma de Educação a Distância (EAD) organizada pelo Ministério da Cidadania. A medida, originalmente oficializada por meio da Portaria nº 366, foi aplicada como uma das respostas do Governo Federal aos efeitos sociais da pandemia do novo coronavírus.

>>Poupança social: lei prevê a emissão de um cartão de débito pelo governo

Desde então, não só as qualificações, mas também as visitas e acompanhamentos feitos pelos profissionais do programa, passaram por adaptações. Muitas das conversas com mães e crianças passaram a ser feitas por via remota, com o auxílio de videochamadas por celular. Quando o recurso tecnológico não é possível, os visitadores utilizam Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e obedecem medidas sanitárias e de distanciamento social.

>>Auxílio Emergencial: esse é o prazo para quem deseja contestar cancelamento

“Embora os números da pandemia estejam em tendência de queda em nosso país, é muito importante mantermos os cuidados para preservar tanto a equipe de visitadores e supervisores quanto as gestantes e crianças atendidas pelo programa. Por isso foi necessária essa extensão dos efeitos da portaria até 31 dezembro”, afirmou Luciana Siqueira, secretária nacional de Atenção à Primeira Infância do Ministério da Cidadania.

Abrangência nacional

Mesmo com todas as adaptações necessárias, o Criança Feliz segue com repercussão superlativa em todo o país. O programa completou quatro anos em outubro de 2020 e, desde o início de suas atividades, realizou mais de um milhão de visitas, com um total de 888 mil crianças atendidas e 200 mil gestantes que receberam orientação em 2.781 municípios. O trabalho é realizado por mais de 26 mil visitadores treinados na metodologia do programa do Governo Federal.

>>Proposta prevê devolução de parte dos tributos para pessoas pobres – entenda

Além da abrangência e do reconhecimento nacional, o programa tem respaldo internacional. Em 2019, recebeu o prêmio Wise Awards na Cúpula Mundial de Inovação para a Educação, no Catar, como uma das seis iniciativas mais inovadoras do mundo no enfrentamento aos desafios globais de educação.

Veja mais