Novo RG será liberado para ser acessado no celular: entenda

Novo RG será liberado para ser acessado no celular: entenda

Novo RG será liberado para ser acessado no celular: entenda.

A implantação de um documento único digital que reunisse diversas informações deixará de ser uma promessa e deve se tornar realidade este ano em todo o país. Com o nome de Documento Nacional de Identidade (DNI), uma especie de RG digital, o documento já foi testado e está apto englobar todos dados do cidadão do país.

Carteira de Identidade Digital, o DNI, é um documento nacional que vai reunir o CPF, o Título de Eleitor e a Certidão de Nascimento, além de outros documentos e um um só lugar, acessível facilmente via app para iPhone ou Android. Embora ele ainda não esteja disponível, você pode se adiantar e deixar tudo pronto para quando for liberado.

>Auxílio emergencial do Cadastro Único terá mais duas parcelas extras de R$ 600

O que é?

A Carteira de Identidade Digital, chamada de Documento Nacional de Identidade ou DNI, é um documento de identificação unificado, poderá ser acessível facilmente via aplicativo para iPhone ou Android. O DNI poderá ser exibido pelo cidadão na solicitação de documentos, com a aplicação tendo a mesma validade dos documentos impressos.

O Documento Nacional de Identidade ou DNI vai reunir em um um só lugar documentos como:

  • CPF
  • Certidão de Nascimento
  • Título de Eleitor
  • RG (que é estadual e não federal)
  • CNH (Carteira Nacional de Habilitação)
  • Certificado de Dispensa de Incorporação (Carteira de Reservista)
  • Entre outros documentos

>Bolsonaro libera auxílio financeiro de R$ 600 para o setor cultural

Quem poderá emitir o documento?

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é o órgão público responsável pela gestão do programa Identificação Civil Nacional (ICN), que tem como missão emitir a Identidade Digital de todos os brasileiros. O objetivo é individualizar os cidadãos para que sejam identificados com segurança e facilidade nas suas relações públicas e particulares.

De acordo com o TSE, sobre o programa, apenas os cidadãos que estiverem realizado o cadastro biométrico junto à Justiça Eleitoral poderão emitir e utilizar o documento único. Ao TSE caberá gerir o banco de dados e emitir a Identidade Digital ou certificar outros órgãos para a expedição do documento. Atualmente, cerca de 100 milhões de pessoas já tiveram os dados biométricos coletados pela Justiça Eleitoral em todo o país.

>Qual será o valor da quarta parcela do auxílio do Bolsa Família? Veja datas de pagamentos

Quanto custará para obter o documento?

O procedimento para emitir o DNI é inteiramente gratuito.

Como tirar Carteira de Identidade Digital

No momento, técnicos do tribunal estão realizando um levantamento para identificar nas diferentes regiões do país localidades que, além do Distrito Federal, já apresentam as condições técnicas necessárias para participar da primeira etapa de emissão do DNI. Por isso, ainda não é possível tirar a Carteira de Identidade Digital. Em breve, os interessados poderão baixar o aplicativo pelas lojas oficiais, Google Play e App Store, para celulares Android e iPhone (iOS).

A previsão é que o DNI esteja acessível ao público ainda este ano

Veja mais