Ex-presidente da Câmara de Belford Roxo, Marcinho Bombeiro é preso

Foi preso na manhã desta terça-feira (22), vereador e ex-presidente da Câmara de Vereadores de Belford Roxo, Márcio Cardoso Pagniez, conhecido como Marcinho Bombeiro (PSL), acusado de ser mandante de dois homicídios na cidade.

Foto: CVBR

Agentes de Atuação Especial ao Combate ao Crime Organizado (GAECO), policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense e agentes da 54ª DP (Belford Roxo), cumpriram o pedido de busca e apreensão na Câmara e nos endereços de Marcio e de três irmãos dele.

De acordo com os investigadores, o vereador que é conhecido como Marcinho Bombeiro chefia a milícia “Tropa do Marcinho” que atua no bairro Andrade de Araújo.

O Gaeco ainda diz que as vítimas teriam sido mortas em 14 de abril de 2017 por estarem fumando maconha dentro de uma casa.

Segundo a denúncia enviada pelo Ministério Público, três pessoas estavam em Heliópolis, Belford Roxo, quando foram baleadas. Duas delas não registram aos ferimentos e morreram. E, que uma delas chegou a ser amarrada a uma grade de um campo de futebol e em seguida executada.

Em setembro, Marcinho Bombeiro deixou o cargo e comunicou a decisão do afastamento através de uma mensagem de WhatsApp. Ele agora diz que está à disposição das autoridades para prestar esclarecimentos. O partido PSL não se manifestou sobre o caso até o momento.

Veja mais