Esta é a razão pela qual as mulheres sofrem mais insônia do que os homens

Esta é a razão pela qual as mulheres sofrem mais insônia do que os homens
Esta é a razão pela qual as mulheres sofrem mais insônia do que os homens | Crédito da imagem: Freepik

Esta é a razão pela qual as mulheres sofrem mais insônia do que os homens

A insônia é um dos distúrbios do sono mais comuns entre a população. De acordo com a Fundação do Sono , estima-se que aproximadamente 30% das pessoas sofreram perturbações do sono e 10% apresentam sintomas relacionados ao comprometimento funcional durante o dia associados aos sintomas de insônia.

>O melhor truque para cortar cebola sem chorar: funciona mesmo

A fundação define esse distúrbio do sono como a dificuldade em adormecer ou permanecer dormindo , mesmo quando a pessoa tem oportunidade de fazê-lo. Geralmente, as pessoas que sofrem de insônia podem se sentir insatisfeitas com seu sono e geralmente apresentam fadiga, baixa energia, dificuldade de concentração ou alteração do humor, entre outros.

Além disso, as mulheres são mais propensas a insônia do que os homens. Especificamente, 63% das mulheres apresentam sintomas de insônia em comparação com 54% dos homens.

>Chega de erros: 5 razões pelas quais você deve cortar o cabelo quando estiver seco

Esta é a razão pela qual as mulheres sofrem mais insônia do que os homens:

Os fatores que podem promover o desenvolvimento de insônia incluem ruído, temperatura ambiente e trabalho por turnos que atrapalha as rotinas do sono. No entanto, um estudo recente da Fundação do Sono apontou as mudanças hormonais como uma possível razão para a insônia entre as mulheres.

>Tratamento caseiro para rugas e marcas de expressão: veja a receita

“Condições biológicas exclusivas das mulheres, como o ciclo menstrual, gravidez e menopausa, podem afetar a qualidade de seu sono. Isso ocorre porque as mudanças nos níveis de hormônios que uma mulher experimenta ao longo do mês e durante sua vida, como estrogênio e progesterona, tem impacto sobre o sono. Entender os efeitos desses hormônios, fatores ambientais e hábitos de vida pode ajudar as mulheres a ter uma boa noite de sono”, argumentam a base do artigo.

>Quantas vezes o óleo de fritura pode ser reutilizado?

Nesse sentido, o Gabinete de Saúde da Mulher, vinculado ao Departamento de Saúde dos Estados Unidos, também inclui hormônios em sua lista de causas de insônia secundária, que “ocorre devido a ou em conjunto com outras condições de saúde ou como um efeito colateral de medicamentos prescritos. Pode ser agudo (curto prazo) ou crônico (longo prazo).”

>Descubra por que você deve adicionar bicarbonato de sódio ao café antes de ingeri-lo

Mudanças hormonais

Durante o ciclo menstrual, nos dias anteriores ao sangramento, os níveis de progesterona caem. Isso significa que, durante os dias em que uma mulher apresenta sintomas de TPM, ela pode realmente ter problemas para dormir. Após a menstruação (os dias de sangramento), os níveis de progesterona aumentam novamente e podem significar um descanso melhor.

>Descubra o que chá de cebola, limão e mel oferece ao seu corpo

Pelo contrário, durante o primeiro trimestre da gravidez os níveis de estrogênio e progesterona aumentam consideravelmente, o que faz com que muitas mulheres se sintam sonolentas e cansadas durante os primeiros estágios da gravidez.

menopausa é outro momento em que seus hormônios flutuam dramaticamente. Alguns efeitos colaterais da menopausa incluem ondas de calor e suores noturnos, que podem ser extremamente ruins para o sono.

>Poderoso creme caseiro recupera o brilho e previne a queda de cabelo em um dia

>Descubra o que acontece ao seu corpo se você beber chá de alho com o estômago vazio por 15 dias!

Veja mais