Descubra como otimizar os vídeos usando o YouTube Analytics

Descubra como otimizar os vídeos usando o YouTube Analytics
Descubra como otimizar os vídeos usando o YouTube Analytics

Descubra como otimizar os vídeos usando o YouTube Analytics.

YouTube Analytics é a plataforma analítica nativa do YouTube, assim como Analytics é para Google ou Facebook Insights para Facebook. Essa ferramenta fornece acesso às principais métricas de desempenho de vídeo de um canal, bem como dados demográficos do espectador, fontes de tráfego, impressões e muito mais.

O YouTube Analytics fornece as informações de maneira direta e clara, sem sobrecarregar o usuário com toneladas de dados. Compreender as informações fornecidas pelo YouTube Analytics permite que você tome decisões estratégicas ao criar um novo conteúdo no YouTube.

Com essas informações, o usuário poderá entender que tipo de conteúdo funciona melhor com o público, para que a estratégia de conteúdo possa ser atualizada e aprimorada. Para acessar essas informações, tudo o que você precisa fazer é ir ao YouTube e clicar no ícone do perfil. Isso abrirá uma série de opções, incluindo “YouTube Studio”. No Studio, o usuário encontrará uma barra de ferramentas à esquerda com várias opções, incluindo Analytics.

>>YouTube Music: usuários gratuitos poderão ouvir suas playlists off-line

Como otimizar vídeos do YouTube

Para otimizar vídeos, é necessário entender as principais métricas do YouTube Analytics e se fazer algumas perguntas, por exemplo: como os usuários acessam os vídeos?

Em que ponto eles saem do vídeo? Quais vídeos mais convertem? ou os vídeos do canal estão de acordo com o público-alvo? Com as respostas a todas essas perguntas, será fácil encontrar os dados para melhorar os vídeos.

>>YouTube Music se inspira no Spotify para suas novas playlists

Dados demográficos: Como em qualquer estratégia de conteúdo, é essencial saber de onde vêm os usuários. O YouTube Analytics exibe informações sobre os principais países dos quais os vídeos são acessados. Esses dados são especialmente importantes para produtos e serviços localizados em uma área ou idioma específico.

Nesse momento, também é possível saber a que horas do dia acessam o conteúdo, bem como a idade média dos telespectadores. Todas essas informações seriam vitais para a criação de uma campanha publicitária no YouTube, pois deveriam atender aos critérios de criação dos anúncios.

>>YouTube marcará vídeos adultos automaticamente em atualização

Fontes de tráfego: neste painel, o usuário encontrará informações sobre como chegaram aos vídeos, se já passaram pelo mecanismo de busca, do Google ou de outro mecanismo de busca, se encontraram na página do canal ou se foram vídeos sugeridos.

Com as informações deste painel também é possível encontrar falhas. Por exemplo, se os vídeos não estão recebendo tráfego do mecanismo de busca do YouTube, seria uma boa ideia melhorar o SEO do YouTube, procurando as palavras-chave certas para posicioná-lo. Por outro lado, se os vídeos não aparecem nas sugestões, pode haver um problema de engajamento.

>>YouTube usará humanos novamente para moderar os conteúdos

Tempo de exibição: o tempo de exibição mostra quanto tempo os usuários passam assistindo aos vídeos. O YouTube usa essas informações para entender a qualidade do conteúdo, isso significa que os vídeos deixados no meio não aparecerão como sugestões nos feeds do usuário.

Assinantes: Neste painel estão informações sobre quais vídeos obtiveram maior número de inscritos e quais vídeos tiveram maior vazamento de usuários. Com essas informações, é possível atualizar a estratégia de conteúdo e criar vídeos mais longos, mais curtos ou mais focados em determinados temas, dependendo dos dados disponibilizados neste painel.

>>YouTube removerá quatro funções das listas de reprodução

Veja mais