Como pintar o cabelo em casa e ter resultados profissionais

Como pintar o cabelo em casa e ter resultados profissionais
Como pintar o cabelo em casa e ter resultados profissionais

Como pintar o cabelo em casa e ter resultados profissionais

Muitas mulheres optam por tingir o cabelo em casa para economizar dinheiro ou porque, como está acontecendo neste momento de pandemia, salões de beleza e salões de beleza estão fechados. Porém, pintar o cabelo em casa, sozinho, sem saber fazer, o risco de dar errado é grande. O cabelo pode ficar manchado, a pele também pode ficar sem corante e outros problemas. Aprenda como evitar esses inconvenientes e como obter um resultado profissional.

Como pintar o cabelo em casa e ter resultados profissionais

Leia essas etapas com atenção, antes de começar a pintar o cabelo, para não se esquecer de nada. Todos os detalhes influenciam no bom resultado.

>>Máscara caseira para reparar cabelos queimados pela chapinha

1. Opte por um tônico em vez de um tinta

Se você normalmente não tinge o cabelo sozinho ou se está tentando uma cor muito diferente, é melhor escolher um tônico ou tônico do que uma tintura. O tonzalizer sai mais rápido do que o corante, que é permanente. Se você não gosta da cor, vai demorar muito mais trabalho para mudá-la, especialmente se for uma tonalidade escura.

2. Saiba se você deve descolorir o cabelo

Se você pretende pintar o cabelo com uma cor mais clara do que o atual, provavelmente precisará descolorir os fios primeiro para que a nova cor possa cobri-los. Caso contrário, esteja ciente de que a nova cor pode ter um matiz diferente do que é mostrado na embalagem do produto.

Se você realmente precisa descolorir, lembre-se que este é um procedimento agressivo para os cabelos, pois altera a estrutura e deixa os cabelos muito frágeis. Então seu cabelo deve ser forte e saudável.

3. Faça um teste de sensibilidade dois dias antes

Dois dias antes de pintar os cabelos, faça um teste na pele para ver se você é alérgico ao produto. Aplique uma pequena quantidade de toner na pele atrás da orelha. Deixe secar por alguns minutos e aplique outra camada fina. Não lave ou toque e espere até 48 horas para ver se haverá alguma irritação, ardência ou vermelhidão.

>>Máscara caseira antienvelhecimento com farinha de arroz

4. Faça um teste de destaques

Depois de “passar” no teste de sensibilidade, você sabe que não será alérgico ao toner. No entanto, é bom fazer um teste de mechas para descobrir como ficará a cor e se seu cabelo aguenta.

Quando o cabelo já tem química, pode ficar saturado com a tintura ou toner e acabar com um corte químico. Isso resultará em cabelos fracos e quebradiços, que precisam de tratamento urgente antes da coloração.

Para isso, se você precisar descolorir o cabelo, primeiro terá que descolorir aquela mecha. Em seguida, misture com um pouco da emulsão e cor e aplique em uma mecha no topo da cabeça.

Deixe a cor agir por meia hora, lave e seque para ver o resultado. Sinta se o fio mudou de estrutura, se parece mais fraco ou áspero e se a cor saiu como o esperado. Se tudo estiver bem, você pode se preparar para pintar todo o cabelo.

5. Compre a quantidade certa de produto

Verificar quantas caixas do produto serão suficientes é fundamental para evitar que metade dos cabelos fique sem tinta. Se o seu cabelo for curto, uma caixa deve bastar. Mas, se o seu cabelo for médio e muito grosso ou comprido, compre duas ou três caixas. É melhor ter mais do que no final falta.

>>Pé de atleta: remédios caseiros para combater essa infecção

6. Prepare-se com antecedência

A preparação começa dois dias antes, com a escolha da cor, o clareamento (se necessário) e o teste de sensibilidade. Mas, mesmo depois de todas essas etapas, você precisará de mais um dia para manter o cabelo seco.

Se for usar tinta, é melhor que o cabelo esteja muito sujo, pois o óleo natural protegerá os fios. Se for toner, a cor ficará melhor nos cabelos limpos, sem acabamento e bem secos.

7. Proteja-se de manchas

Ao pintar o cabelo, proteja toda a área da testa e orelhas ao redor do couro cabeludo para que sua pele não manche. Faça isso com um hidratante ou vaselina, por exemplo. Coloque as luvas que vêm na embalagem e use uma camisa velha ou toalha bem presa ao pescoço, que pode ficar manchada.

8. Prepare o corante ou toner

É muito importante ler as instruções na embalagem ou no manual do conteúdo do produto. Leia tudo para garantir que você o preparou da maneira certa. Faça a mistura, de acordo com as recomendações.

>>Remédios caseiros para combater a transpiração excessiva e o odor nas axilas

9. Separe o cabelo em partes iguais

Divida o cabelo em quatro partes. Do pescoço à testa (no meio) e de uma orelha à outra. Isso tornará o trabalho mais uniforme. Se você tem muito cabelo, pode fazer uma subdivisão, dividindo cada parte novamente. No total, serão oito peças.

10. Deixe tudo na mesma tonalidade

Cabelo muito comprido requer um condicionador nas pontas. Eles são mais porosos e podem ter tons mais escuros do que o esperado porque absorvem mais tinta. Aplique uma camada muito fina de condicionador, apenas nas partes mais secas das pontas.

11. Como aplicar a nova cor

Comece pela nuca, vá para os lados e, por fim, pinte a parte superior da cabeça, sempre da raiz às pontas. Use uma escova de cerdas curtas e apare as pontas da escova para torná-la mais rígida. Depois de aplicar tudo, massageie o couro cabeludo para se certificar de que todos os fios estão pintados. Aguarde que o produto atue pelo tempo recomendado na embalagem.

12. Cuidado com os detalhes

Use uma toalha úmida (que pode ficar manchada) e limpe todo o cabelo do pescoço, testa e rosto para evitar uma aparência artificial.

13. Conclusão

Após o tempo de ação do produto, enxágue bem todos os cabelos com água morna ou fria. Você não precisa aplicar shampoo e condicionador se não quiser. Deixe para a próxima lavagem.

>>Conheça vitaminas e alimentos que fortalecem seu sistema imunológico

Veja mais