Clientes dizem que Mercado Pago e Nubank cadastraram chaves Pix sem autorização

Clientes dizem que Mercado Pago e Nubank cadastraram chaves Pix sem autorização
Clientes dizem que Mercado Pago e Nubank cadastraram chaves Pix sem autorização

Clientes dizem que Mercado Pago e Nubank cadastraram chaves Pix sem autorização.

Clientes do Nubank e do MercagoPago reclamam nas redes sociais que as instituições financeiras teriam cadastrado, sem autorização prévia, chaves Pix para suas contas. O problema é que a solução de pagamento instantânea, criada e gerida pelo Banco Central do Brasil, apesar de permitir que pessoas físicas registrem até cinco chaves por conta, exige que cada chave seja associada a apenas uma conta Pix. Isso porque, informada em uma transação, a chave deve identificar a conta que está recebendo ou enviando dinheiro e facilitar o processo.

“O Nubank pegou todas as minhas chaves Pix e agora eu não tenho nada para os outros bancos”, reclamou um cliente no Twitter. Podem ser usados como chaves endereços de e-mail, números de telefone celular, CPF ou CNPJ, ou um conjunto aleatório com números, letras e símbolos gerado no próprio aplicativo, para os usuários que não desejarem forneceder dados pessoais a ninguém.

>>Pix não vai oferecer a opção de crédito: terá que ter dinheiro na conta

A partir do dia 16 de novembro, em etapas de liberação de serviços, será possível fazer e receber pagamentos em segundos, em qualquer dia, incluindo fins de semana e feriados, e em qualquer hora. O consumidor não pagará taxas.

Procurado, o Nubank negou as acusações. Alegou que realizou um pré-cadastro antes do dia 5 de outubro, quando o processo começou oficialmente, e então enviou um novo pedido de consentimento aos clientes, em um “fluxo prático e simples de comunicação”. “Todas as chaves foram cadastradas com a devida autorização dos clientes”, defendeu.

O Mercado Pago também afirmou que “o processo de cadastro das chaves Pix ocorreu em conformidade com as regras estabelecidas pelo Banco Central” pediu consentimento de todos os usuários. Informou ainda que o fluxo de cadastro envolve o envio de uma comunicação por meio do aplicativo, informando a possibilidade de cadastrar as chaves de e-mail, CPF/CNPJ, para que o usuário possa escolher quais delas deseja registrar.

>>Pix: Entenda como vão funcionar as compras e se é possível cancelar

“A empresa também disponibiliza na tela principal do aplicativo o botão ‘Cadastrar chaves Pix’, a partir do qual é possível realizar a gestão das chaves Pix, podendo o usuário, inclusive, incluir ou excluir suas chaves sempre que quiser”, relatou.

De acordo com a empresa, sertão prestados esclarecimentos ao regulador e aos seus clientes. E também estão sendo desenvolvidos conteúdos educativos a fim de explicar o funcionamento do Pix e todas as suas vantagens. Problemas podem ser informados pelo www.mercadopago.com.br/ajuda; no aplicativo, pelo fale conosco; ou ainda pelo 0800 637 7246.

O Banco Central informou que “monitora e supervisiona continuamente o processo de cadastramento de chaves Pix, já tendo iniciado processos formais de fiscalização de participantes”. Caso detecte irregularidades nesses processos, incluindo eventuais cadastramentos indevidos, o Banco Central garantiu que punirá os infratores nos termos da regulação vigente.

>>Golpistas usam Pix como isca para atrair vítimas: saiba como se proteger

Veja mais